A Igreja, qual videira, ao crescer estende-se por todos os lados…

Por todo monte, por toda colina e por toda a face da terra se dispersaram (Ez 34,6). Que significa: Por toda a face da terra se dispersaram? Entregando-se a tudo que é terreno, amam o que brilha na face da terra, preferem isto. Não querem morrer para que sua vida fique escondida em Cristo. Por toda a face da terra, pelo amor às coisas terenas; ou porque há ovelhas desgarradas por toda a face da terra. Estão em diversos lugares; uma só mãe, a soberba, as deu à luz, como uma só, a nossa mãe católica, gerou todos os fiéis cristãos dispersos por todo o mundo.

Não é de admirar se a soberba gera a separação, a caridade gera a unidade. Contudo esta mãe católica, este pastor dentro dela, procura por toda parte os desgarrados, fortifica os enfermos, cura os doentes, pensa os fraturados; a uns por meio destes, a outros por meio daqueles, sem se conhecerem mutuamente. No entanto ela a todos conhece porque por todos se estende.

Ela se assemelha à videira que, ao crescer, se estende por todos os lados; junto dela há ramos inúteis, cortados pela foice do agricultor por causa de sua esterilidade, de sorte que a videira é podada, não amputada. Estes ramos, onde foram cortados, aí ficaram.

A videira, porém, crescendo por todos os lados, não só conhece os ramos presos a ela, mas ainda os que foram cortados.

Todavia aí vai buscar os erradios porque a respeito dos ramos partidos diz o Apóstolo: Deus é poderoso para enxertá-los de novo (Rm 11,23). Quer compares a ovelhas desgarradas do rebanho, quer a ramos cortados da videira, não é menos poderoso Deus para reconduzir as ovelhas do que é para enxertar os ramos, pois é o grande pastor, o agricultor verdadeiro. E por toda a face da terra se dispersaram; e não houve quem as buscasse, quem as reconduzisse; entre os maus pastores, porém, não houve um homem que as procurasse (cf. Ez 34,7).

Por isso ouvi, pastores, a palavra do Senhor: Por minha vida, diz o Senhor Deus (cf. Ez 34,7). Vede por onde começa. Como por um juramento de Deus, um testemunho de sua vida: Por minha vida, diz o Senhor. Os pastores morreram, mas as ovelhas estão em segurança; o Senhor vive. Por minha vida, diz o Senhor Deus. Quais os pastores que morreram? Os que procuravam seu interesse, não ode Jesus Cristo. Haverá então e se poderão encontrar pastores que não busquem o que é seu, mas o que pertence a Jesus Cristo? Sem dúvida alguma, haverá e decerto se encontrarão; não faltam nem faltarão jamais.

Amém.

 

Do Sermão sobre os pastores, de Santo Agostinho, Bispo (Sermo 46, 18-19: CCL 41, 544-546, séc. V)

Anúncios

Sobre Alex C. Vasconcelos

Casado, 32 anos, pai de uma princesa, Advogado, Acólito na Paróquia do Divino Espírito Santo em Maceió/AL.
Esse post foi publicado em Formação e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s