Inauguração do Carmelo em Maceió

Figura1

Será canonicamente inaugurado hoje, dia 1º de Outubro, o Carmelo Santa Teresinha, o Carmelo de Maceió, em Riacho Doce. A programação será iniciada às 9:30h, com o descerramento da placa inaugural. Às 10:00h será celebrada a missa solene e ao meio-dia será servida uma refeição.

O Carmelo é um convento, ou melhor, um mosteiro, onde vivem as monjas carmelitas descalças, religiosas da Ordem de Nossa Senhora do Monte Carmelo.

“Essas monjas vivem enclausuradas, dedicando suas vidas à oração, à penitência por nós todos, pobres pecadores. Elas são vítimas de amor, que se consomem pela nossa felicidade, pela nossa salvação”, explica o Monsenhor Pedro Teixeira, acrescentando que o Carmelo faz parte integrante do lado orante da Igreja, ajudando profundamente sua ação missionária e sua dimensão samaritana.

Monsenhor Pedro Teixeira explica que o Carmelo nasceu de um sonho e de um amor especial. “Há alguns anos, Maceió era uma das pouquíssimas capitais que não tinham Carmelo. Faltava-lhe, pois, esse hospital espiritual, esse centro de irradiação da graça divina sobre as inúmeras obras sociais da nossa Arquidiocese. Mas, como tudo tem seu tempo, depois de muita luta, foi encontrado um lugar maravilhoso e propício para a construção de um Carmelo. No início, tudo parecia que seria fácil. mas, na verdade, a construção do nosso Carmelo exigiu tempo, paciência, esforços e coragem inauditos”, enfatiza.

Ele conta que, primeiro, foi a procura de um terreno adequado; depois, foi a luta para conseguir o dinheiro necessário para a construção, depois foram a incompreensão e a perseguição de alguns, o que rendeu seis processos na justiça, várias ameaças de morte e dois roubos do pouco que se conseguira.

“Todavia, passando por cima de pau e pedra, com a graça divina e a ajuda de algumas pessoas generosas, bem como com o apoio de D. Edvaldo G. Amaral e de D. José Carlos Melo, a pedra fundamental foi colocada em 1966, com a presença de D. José Cardoso, D. Edvaldo e D. José Carlos, muita gente de Maceió e de outros Estados, e com muita festa”, lembra.

FUNDAÇÃO

Em 2007, Dom Antônio Muniz fundou canonicamente o Carmelo, trazendo para Maceió as irmãs fundadoras, no dia 1º de outubro de 2007.

“As lutas, as dívidas, as incompreensões aumentaram, mas o Carmelo foi se fazendo e, no dia 1º de outubro, o arcebispo Dom Antônio Muniz irá inaugurar oficialmente o Carmelo que ele fundou. Eu fui apenas o construtor. Vendi quase tudo que tinha, fiz campanhas e rifas, fiquei de cabelos brancos, mas o prédio do Carmelo passou de um sonho a uma realidade”, conclui Monsenhor Pedro Teixeira.

Anúncios

Sobre Alex C. Vasconcelos

Casado, 32 anos, pai de uma princesa, Advogado, Acólito na Paróquia do Divino Espírito Santo em Maceió/AL.
Esse post foi publicado em Notícias, Novidades e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s