Se Jesus fosse “evangélico”…

jesus_re1

Se Jesus fosse “evangélico”
pregaria a divisão
mas pregou a unidade
já que o diabo é confusão.

Estaria Jesus Cristo
entrando em contradição
largando a Igreja “Noiva”
pela prostituição?

Se Jesus fosse “evangélico”
não batizava criança,
teria dito aos discípulos:
“me afastem da infância!” (Mt 18,4-6).
Mas, chamou os pequeninos (Lc 18,17)
e lhes deu o céu de herança. (Salmos 8,2).

Se Jesus fosse “evangélico”
Ele mesmo julgaria,
mas, entregou para os santos (1 Cor 6,2)
esse compromisso um dia,
de julgar as 12 tribos (Mt 19,27-29),
nenhum “crente” escaparia (Jd 1,14-15).

Se Jesus fosse “evangélico”
usava um terno bonito,
de Bíblia na mão falava
somente o que “tá escrito”,
como o diabo em tentação
vencido com um “tá dito” (Lc 4,12).

Se Jesus fosse “evangélico”
só tomava guaraná,
tinha envergonhado os noivos
lá nas Bodas de Caná (Jo 2,9).
Na Santa Ceia servia
refresco de araçá.

Se Jesus fosse “evangélico”
condenaria Sansão,
pelos seus cabelos longos (Juizes 13,5;16,17);
chamaria beberrão
o Noé que embriagou-se
até ficar nu, então (Gên 9, 21).

Se Jesus fosse “evangélico”
não morria pela Igreja,
diria que: “só na bíblia
toda a verdade esteja”.
Se isso não tá na bíblia
é mentira com certeza.

Se Jesus fosse “evangélico”
não diria com franqueza
que a “coluna e firmeza
da verdade é a Igreja” (1Tm 3,15).
Nenhum livro cabe tudo,
pode ser ele qual seja (Jo 21,25).

Se Jesus fosse “evangélico”
não salvava os iletrados,
já que só quem lesse a Bíblia
estaria abençoado.

Até mil e quatrocentos,
ninguém seria cristão,
Bíblia impressa ninguém tinha
só, se copiada a mão.

Se Jesus fosse “evangélico”
tinha cedo se casado.
Casamento aos discípulos
teria recomendado.
Mas, pregou o celibato
aos bem aventurados (1 Cor 7, 32-34).

Se Jesus fosse “evangélico”
apoiava os fariseus
que diziam enganados:
“só quem dá perdão é Deus”.
Mas, Jesus os corrigiu:
o dom do perdão nos deu (Jo 20,21-23).

Se Jesus fosse “evangélico”
salvaria só com a fé (Tg 2,17),
que se dane a caridade (1 Cor 13,13).
Faça obras se quiser,
e quem lhe pedir a mão,
não esqueça, meta o pé.

Se Jesus fosse “evangélico”
quem morreu era “passado”,
junto ao túmulo de Lázaro
Ele não tinha chorado,
e nem na mansão dos mortos
teria Ele pregado.

Se Jesus fosse “evangélico”
morava no cemitério,
não tinha ressuscitado
morria que nem Lutero,
vencido por Satanás
embriagado e com tédio.

Se Jesus fosse “evangélico”
era rico e não duro,
sua Igreja frágil era
de tijolo de seis furos,
e não aquela de pedra
que vem buscar no futuro.

Se Jesus fosse “evangélico”
não chamaria de “vã”,
a fé que grita na rua (Tg 1, 26)
pensando que é Tarzan.
Se Deus vê e sabe tudo,
esses gritam pra satã.

Se Jesus fosse “evangélico”
não salvava meretriz,
elas vão pro céu na frente (Mt 21,31).
o “crente” torça o nariz,
Deus não faz acepção,
a palavra de Deus diz (Tg 2,9-10).

Se Jesus fosse “evangélico”
na hóstia tinha fermento,
era o pão de padaria
levado pro sacramento,
o fermento de Herodes
misturava com o bento (Mc 8, 15).

Se Jesus fosse “evangélico”
dos escritos tiraria
que a rebelião da fé
é igual a bruxaria.
O pecado é o mesmo,
Samuel já escrevia (1 Sam 15,23).

Se Jesus fosse “evangélico”
não havia intercessão,
nem os lenços de São Paulo
curaria a multidão (At 19, 12),
nem os ossos de Eliseu
fez viver o morto, então (2 Rs, 13, 21).

Se Jesus fosse “evangélico”
Purgatório, não teria.
“Cada um será salgado
com fogo”. Disse um dia (Mc. 9,49).
Sua palavra mudava (Hb. 12,3-11),
de nada mais valeria (1Cor 3,14-15).

Se Jesus fosse “evangélico”
ninguém teria visão,
e das crianças profetas
ia fazer gozação.
O cobriria com a mão (Atos 2,17)
pra que o milagre de Fátima
não crescesse em devoção.

Se Jesus fosse “evangélico”
não teria me inspirado
a fazer este cordel
que alerta os enganados,
que pensando que tão “salvos”
foram em roda levados (Ef 4,14).

Autor: Fernando Nascimento

Anúncios

Sobre Alex C. Vasconcelos

Casado, 32 anos, pai de uma princesa, Advogado, Acólito na Paróquia do Divino Espírito Santo em Maceió/AL.
Esse post foi publicado em Novidades e marcado , . Guardar link permanente.

3 respostas para Se Jesus fosse “evangélico”…

  1. Luciane Mota Amaral disse:

    Simplesmente perfeito e bem embasado. Será que ainda haverá quem o contradiga?

  2. Juca disse:

    99% perfeito. Falta vc colocar aspas na palavra “evangelico”. Pq Jesus eh evangélico (boa nova).

    Depois disso vai ficar perfeito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s