Hoje nasceu o Salvador!

jesus-40608

“Alegremo-nos todos no Senhor: hoje nasceu o Salvador do mundo, desceu do céu a verdadeira Paz!”

Daqui a pouco, estaremos no meio da noite…

Noite! Ela significa escuridão, frio, medo pelo que não se vê, solidão…

Noite! Ela é negativa, tão escura quanto o mundo atual, com seu ceticismo, seu cinismo, com seu consumismo, seu ateísmo prático e cada vez mais proclamado aos quatro ventos, com sua barbárie terrorista e abortista…

Noite do mundo, com sua autossuficiência e sua prepotência, com suas famílias destruídas, com sua solidão, com sua imoralidade, com a multidão de seus motéis e suas mentiras, com seu mercado de religiões que alienam em nome de um Deus que liberta…

Será noite! Estaremos no meio dela!

Mas, escutai! Escutai: “O povo que andava na escuridão, viu uma grande luz; para os que habitavam nas sombras da morte, uma luz resplandeceu. Fizeste, Senhor, crescer a alegria, e aumentaste a felicidade; todos se regozijam em tua presença! Porque nasceu para nós um Menino, foi-nos dado um filho; ele traz nos ombros a marca da realeza; o nome que lhe foi dado é: Conselheiro admirável, Deus forte, Pai dos tempos futuros, Príncipe da paz. Grande será o seu reino e a paz não há de ter fim… para todo o sempre. O amor zeloso do Senhor dos exércitos há de realizar estas coisas!”

Que palavras impressionantes, encantadoras, consoladoras! Palavras de fogo, de luz, que iluminam a nossa noite e enchem de esperança nosso coração! Dizei: quem é este Menino, esta criança com títulos tão pomposos, com destino tão impressionante, com missão tão encantadora?

Certamente vamos encontrá-Lo num palácio, coberto de fina seda, de ricos brocados, reclinado num berço de ouro cravejado de preciosas e raríssimas pedrarias, cercado de servos e pajens… Um Menino assim, só pode ser tratado assim!

Mas, escutai o Evangelho! Que surpresa tão surpreendente! Escutai sobre o Menino; como nasceu, como veio, como apareceu entre nós: “Naqueles dias, César Augusto, o dono do mundo, o Bush do momento, publicou o recenseamento de toda a terra. Por ser da família e descendência de Davi, José subiu da cidade de Nazaré, na Galileia, até a Cidade de Davi, chamada Belém, na Judéia, para registrar-se com Maria, sua esposa, que estava grávida. Completaram-se os dias para o parto, e Maria deu à luz o seu filho primogênito. Ela O enfaixou e o colocou no presépio, pois não havia lugar para eles na sala”.

Caríssimos, como é possível um tal contra-senso? O Conselheiro admirável, o Deus forte, o Pai dos tempos futuros, o Príncipe da paz, nascido pobre, nascido de pobres, nascido entre os pobres, em circunstâncias tão pobres, tão imprevistas, tão absurdas, tão escandalosamente sem sentido? Como pode, tal loucura de Deus? Tal sabedoria de Deus, que nos desconcerta!

Ó Deus, por que ages assim? Por que sempre nos surpreendes? Por que nos confundes? Por que superas e subvertes as nossas expectativas? Por que fazes sempre com que somente possamos Te compreender e Te reconhecer e Te acolher se deixarmos a nossa lógica para abraçar a Tua, se formo pequenos o bastante para nos deixar conduzir por Ti? Ó Deus surpreendente! Ó Deus de Israel! Ó nosso Deus! Ó Deus que dispersas os homens de coração orgulhoso, depões do trono os poderosos e exaltas os humildes (cf. Lc 1,51s).

Como pode? “Hoje, nasceu para nós o Salvador, o Cristo Senhor!” “Hoje, na cidade de Davi, nasceu para vós o Cristo Senhor!” E, se O quiserdes ver, irmãos, se O quiserdes reconhecer, adorá-Lo, não vades ao shopping center, às festas ricas, ao salão dos grandes do mundo! Não! Quereis encontrá-Lo? “Isto vos servirá de sinal: encontrareis um recém-nascido envolvido em faixas e deitado numa manjedoura!” E encontrareis também os pobres do mundo, pobres pastores misturados com anjos em festa! Encontrareis o mais vil e o mais nobre de mãos dadas no meio da noite, encontrareis o céu e a terra de mãos dadas, porque Deus veio ao nosso meio, Deus entrou na nossa miséria, Deus se fez um de nós, um como nós!

Nesta Noite – Noite bendita, Noite santa, Noite que não dá medo, mas coragem, dissipa a angústia e traz a paz! – nesta Noite “o céu e a terra trocam seus dons”: é-nos dado participar da divindade daquele Menino que tomou para si a nossa humanidade!

Ó irmãos! Ante tal maravilha, ante tal mistério, ante tanta bondade do nosso Deus, que podemos fazer?

Sigamos o conselho do Salmista – nós, e toda a criação: “Cantai ao Senhor Deus um canto novo, cantai ao Senhor Deus, ó terra inteira! Dia após dia anunciai Sua salvação! O céu se rejubile e exulte a terra na presença do Senhor, pois Ele vem!”

Quereis mais? Escutemos o Apóstolo: “Caríssimos, a graça de Deus se manifestou nesta noite bendita! Ela nos ensina a abandonar a impiedade e as paixões mundanas e a viver neste mundo com equilíbrio, justiça e piedade”.

Irmãos! Quando sairmos da paz da igreja, ao término da santa Liturgia, encontraremos o mundo ainda envolto nas trevas, numa noite escura, porque não sabe da Luz que brilhou nesta Noite santa. Amanhã, escutaremos ainda falar de atentados, violência, drogas, sensualidade, famílias destruídas, corrupção na política, impiedade. Semana próxima a televisão ainda tentará destruir o Evangelho, as revistas, os sites, os jornais ainda tentarão desmoralizar o cristianismo e a Igreja de Cristo… Eles não sabem que a Paz nasceu, eles não viram a Luz brilhar, elas não contemplaram o Menino que nos foi dado…

Quanto a nós, saciados pela paz desta Noite santa, aguardemos com total confiança “a feliz esperança e a manifestação final do nosso grande Deus e Salvador, Jesus Cristo. Ele Se entregou por nós no presépio e na cruz, para nos resgatar de toda maldade e purificar para Si um povo que Lhe pertença e que se dedique a praticar o bem!”

Irmãos! Nasceu-nos um Salvador! Alegrai-vos no Senhor! Feliz Natal! “Glória a Deus no mais alto dos céus, e paz na terra aos homens por Ele amados!”

domhenrique_

Dom Henrique Soares da Costa, Bispo Auxiliar de Aracaju

Fonte: Blog Visão Cristã

Anúncios

Sobre Alex C. Vasconcelos

Casado, 32 anos, pai de uma princesa, Advogado, Acólito na Paróquia do Divino Espírito Santo em Maceió/AL.
Esse post foi publicado em Devoção, Formação e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s