Após 10 anos em coma, jovem faz o sinal da cruz e retoma a consciência!!!

A9FCC23D-6812-4D27-AF15-A703860743F7

Caríssimo irmãos leitores, esta é uma daquelas histórias de arrepiar e de marejar os olhos!!!

Esta é a história de Max, um jovem italiano que no dia 15 de agosto de 1991, com apenas 20 anos, após um acidente automobilístico, entrou no estado de coma, ficando, como sua própria mãe diz, “como um tronco, sem possibilidade auguma de recuperação”.

Os anos passaram-se, mas Max contava com o amor de uma mulher especial, sua mãe, Lucrécia, a qual disse que sempre foi uma mulher muito frágil, mas sua fé a sustentava.

No dia do acidente, Lucrécia disse à sua família: “Somos uma família, temos que trabalhar todos unidos”.

É de se atinar que Max nasceu no dia 8 de setembro, dia da festa da Natividade de Nossa Senhora, e o acidente ocorreu no dia 15 de agosto, festa da Assunção.

Devotadamente, cuidava de seu filho, que passou todo o tempo em estado vegetativo, sempre entregando-o aos cuidados de Maria Santíssima, tanto é que, no dia do acidente, rogou à Maria Santíssima: “No dia 15 de agosto meu filho estava em suas mãos, vós o fizeste nascer no 8 de setembro, apesar de que deveria ter nascido um mês depois, e não sei que projetos fizeste para este seu filho, mas eu o deixo nas suas mãos. Só dai-me forças para ir em frente e aceitar tudo isto”.

E os anos se passavam… Lucrécia, todas as noitas, antes de dormir, pegava na mão de seu filho e, junto com ele, fazia nele o sinal da cruz.

Porém, no dia 28 de setembro de 2000, Lucrécia deitou Max, como fazia todas noites, mas neste dia disse-lhe: “Já não posso mais, não quero rezar nem nada!”… E não fez com ele o sinal da cruz!!

Não obstante, como explica Lucrecia “o sinal da cruz foi realmente sua salvação”. Naquele exato momento Max tirou forças para consolar sua mãe, elevou a mão e fez ele mesmo o sinal da cruz. Depois, abraçou-a.

Para Lucrecia foi o melhor presente de Natal de toda a sua vida. A partir desse momento, Max começou a exteriorizar seus sentimentos e emoções. Em declarações ao grupo ACI, Max afirmou que ele “sempre esteve contente apesar de sua paralisia”.

Lucrecia assinalou que as primeiras palavras que Max disse foram: “Eu sou feliz, estou contente de estar com vocês”. Logo depois o rapaz disse que era consciente de tudo quando não tinha forças para expressar-se, e inclusive sabia a cotação da lira italiana em relação ao euro.

A mãe de Max está segura de que Deus tinha um projeto para seu filho: recordar ao mundo que as pessoas com deficiência têm direito a uma vida digna, são fonte de vida e devem ser amadas e respeitadas.

Agora a mãe do Max o explica tudo em seu livro: “E adesso vado al Max”. A obra foi coescrita com ajuda dos jornalistas italianos Lucia Bellaspiga e Pino Ciociola. O livro ganhou o prêmio literário “Mulher é Vida 2012” e Max recebeu outro galardão por seu testemunho: uma escultura em cerâmica do artista Gianni Celano Giannici que representa essa mesma mão que depois de 10 anos de estado vegetativo se moveu para fazer o sinal da cruz.

“Este livro explica precisamente que a vida de uma pessoa, seja qual for o seu estado, é sempre uma vida e que deve ser enfrentada. É verdade que é difícil de enfrentá-lo, porque ter um filho totalmente perfeito, e depois deparar-se com um filho totalmente diferente daquele que saiu de casa, não é fácil. Mas a partir do momento em que se percebe que a vida deve seguir e se aceita o fato, chega a beleza, a força, a esperança…”, conclui Lucrecia.

Agora, Max também é capaz de escrever e o demonstrou inclusive diante do Papa Bento XVI. No dia 2 de junho deste ano teve um encontro com ele em Milão e entregou-lhe o livro autografado e com uma dedicatória.

Anúncios

Sobre Alex C. Vasconcelos

Casado, 32 anos, pai de uma princesa, Advogado, Acólito na Paróquia do Divino Espírito Santo em Maceió/AL.
Esse post foi publicado em Notícias e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s