Digam o que quiser! Decidam como quiser! Ainda assim, lutaremos sempre pela VIDA!

Está 5 x 1 a favor da morte!

É este o placar, até agora, do julgamento da ADPF 54, no Supremo Tribunal Federal, acerca do aborto de crianças com anencefalia.

O julgamento foi interrompido ontem, após o voto do Ministro Ricardo Lewandowski, que votou contra o aborto de anencéfalos. Em seu voto o Ministro, de maneira brilhante, afirmou que não cabe ao STF legislar, posto que esta não é a função do Judiciário, devendo este, pois, adotar uma postura minimalista, visto que a decisão de modificar a norma caberia ao Congresso.

Afirmou ainda, acertadamente, que não existe anencefalia em sentido estrito, pois, se assim o fosse, o feto não chegaria sequer ao nascimento, e que, aprovando o aborto de tais crianças, o STF estaria dando um passo para a liberação do aborto eugênico, chegando a lembrar o assassinato de crianças na Grécia Antiga, as quais, devido à má-formação eram jogadas do monte Taijeto, por serem imprestáveis à sociedade.

Todos os demais Ministros que votaram a favor do aborto sustentam que a criança com anencefalia não teria potencial de vida, pois, segundo eles, não haveria atividade cerebral, não havendo, pois, vida.

O que nos leva pelo absurdo caminho do aborto nas primeiras semanas de gestação, visto que, nesta etapa, também não há vida cerebral!

Mas o voto que mais me assustou foi o da Ministra Rosa Weber, a qual afirmou que a ciência é “o óculos” com que se deve ver o mundo, chegando ao ponto de afirmar ainda que a sociedade pode estabelecer quais são as “capacidades físicas e psíquicas mínimas que permitam ao indivíduo ser considerado humano”. Meu Deus, como assim?! Crianças com anencefalia não seriam humanos?! Vamos agora “coisificar” uma criança, um ser indefeso, que apresenta má-formação, mas que ainda assim é, e sempre será, um ser humano?!

A luta não acabou! O julgamento será retomado hoje, às 14:00h. Sabemos que, diante da perspectiva atual dos votos, será muito difícil o aborto de tais crianças não ser aprovado, mas não esmoreçamos em nossas convicções.

Sabemos também que tal decisão não terá o condão de obrigar as mulheres a praticarem, em tais casos, o aborto. A consciência é de cada um(a)! Porém, lutamos pela vida daqueles que serão impedidos de nascer. Daqueles seres humanos que, apesar do que digam os ilustres ministros, têm sim vida! E têm direito a carinho, cuidado, afeto e amor! Não são coisas! São crianças! E nós, como sociedade, não temos o direito de dizer que uma pessoa não é um ser humano apenas por não ter capacidades físicas e psíquicas.

E digam o que quiser! Decidam como quiser! Ainda assim, lutaremos sempre pela vida!

Nos unamos em oração, pois Jesus Cristo nos mandou orar pelos que nos perseguem! Pois aqueles que perseguem a vida, perseguem a nós, cristãos! Que Deus ilumine as mentes e corações dos insígnes ministros… E que Ele, em Sua eterna misericórdia, nos guie com Sua Luz!!!

Alex Cardoso Vasconcelos

Anúncios

Sobre Alex C. Vasconcelos

Casado, 32 anos, pai de uma princesa, Advogado, Acólito na Paróquia do Divino Espírito Santo em Maceió/AL.
Esse post foi publicado em Pensamentos e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s