Domingo de Ramos dá início à Semana Santa na Arquidiocese de Maceió

Com o Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor, a Igreja que ainda vive o tempo quaresmal penetra de forma mais profunda no mistério do sofrimento de Cristo e abre a Semana Maior da Cristandade, a Semana Santa.

É o 6º domingo do tempo da Quaresma e sua liturgia apresenta dois aspectos primordiais: a entrada messiânica triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém, e a memória da sua Paixão e Morte.

O Domingo é chamado de Ramos porque faz memória a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém (cf. Mc 11). O povo cortou ramos de árvores, ramagens e folhas de palmeiras para cobrir o chão por onde Jesus passou montado num jumento e foi aclamado como Rei e Messias com gritos de “Hosana!” (cf. Jo 12.13). O fato provocou a inveja e o medo de perder o poder nos sacerdotes e mestres da lei, e é o inicio de uma trama que condenará Jesus à morte.

A principal celebração litúrgica deste domingo na Arquidiocese de Maceió foi presidida por Dom Antônio Muniz Fernandes, Arcebispo Metropolitano.

Foi dada a bênção dos Ramos na Igreja de Nossa Senhora do Livramento, Centro de Maceió, seguida da proclamação do Evangelho, nesse ano no ciclo litúrgico narrado por São Marcos.

D. Muniz falou sobre o significado da entrada de Jesus em Jerusalém, como um convite a entrar na vida plena, na comunhão com Aquele que amou até o extremo. Logo após, a Procissão de Ramos seguiu para a Catedral de Nossa Senhora dos Prazeres, imitando o cortejo que aclamou Jesus na Cidade santa de Jerusalém com ramos nas mãos. Na chegada foi iniciada a segunda parte da liturgia com a proclamação da Paixão e Morte do Senhor, seguida da oração eucarística.

D. Muniz, em sua homilia, lembrou o convite que foi feito por meio de material impresso distribuído ao Povo de Deus e aos turistas de passagem pela capital alagoana. A Igreja precisa viver o verdadeiro espírito da Semana Santa que foi perdido pelo espírito do mal que entrou no coração da sociedade. A Semana Santa perdeu o seu verdadeiro sentido e a sociedade tem vivido esse tempo como período de festas e passeios. A Igreja precisa despertar a sociedade para o verdadeiro sentido da entrega amorosa de Cristo pela humanidade.

Por fim, convidou o povo de Deus para participar das celebrações litúrgicas da Arquidiocese na Catedral de Nossa Senhora dos Prazeres.

Todos os anos, o Domingo de Ramos no Brasil é marcado pela Coleta Nacional da Solidariedade, realizada pelos fiéis nas comunidades e paróquias, com uma oferta financeira como gesto concreto da Campanha da Fraternidade.

Os fundos arrecadados serão destinados aos projetos sociais da Igreja no Brasil, sendo divididos da seguinte maneira: 60% do total da coleta ficarão na Arquidiocese para compor o Fundo Diocesano de Solidariedade e 40% serão destinados para o Fundo Nacional de Solidariedade. A parte que cabe a Arquidiocese será utilizada para a criação da Casa de Amparo a Criança com Câncer do Interior, no Bairro de Jaraguá.

No final, monsenhor Celso Alípio, pároco da catedral, convidou o povo de Deus para a Feira da Fraternidade e informou a programação oficial das celebrações da Semana Santa na Arquidiocese de Maceió.

02/04 – Segunda-feira da Semana Santa – Dia de Penitência na Arquidiocese de Maceió
6h – Caminhada penitencial com início na Ladeira do Carmelo de Santa Teresinha – Riacho Doce. Presença do Arcebispo, dos Presbíteros, dos Diáconos, dos Religiosos e das Religiosas e Movimentos Leigos. Durante todo o dia administração do sacramento da Reconciliação.
12h – Adoração e Bênção do Santíssimo Sacramento.
18h – Missa na Igreja de Nossa Senhora da Conceição – Riacho Doce, e logo após a realização da grande Via Sacra da Arquidiocese, subindo a Ladeira do Carmelo.
Encarregados: Movimentos da Misericórdia.

04/04 – Quarta-feira da Semana Santa – Dia de Oração e Penitência
12h – Exposição do Santíssimo Sacramento e atendimento às Confissões, em especial dos idosos e doentes.
15h – Missa pela saúde dos enfermos e administração do sacramento da Unção dos Enfermos aos idosos e doentes.
Responsáveis: Pastoral da Pessoa Idosa, Pastoral da Saúde e Pastoral da Misericórdia.
20h – Ofício das Trevas.

05/04 – Quinta-feira da Semana Santa
9h – Missa do Crisma e renovação das promessas sacerdotais.
19h – Missa da Ceia do Senhor. Lava-pés. Adoração ao Santíssimo Sacramento.
22h – Procissão com o Santíssimo Sacramento, luminosa e silenciosa, até a Igreja do Rosário.

06/04 – Sexta-feira da Paixão do Senhor
15h – Celebração da Paixão do Senhor.
17h – Procissão do Senhor Morto.

07/04 – Sábado Santo
20h – Vigília Pascal.

08/04 – Domingo da Páscoa na Ressurreição do Senhor
17h e 19h30 – Celebração Eucarística.

Fonte: Arquidiocese de Maceió

Anúncios

Sobre Alex C. Vasconcelos

Casado, 32 anos, pai de uma princesa, Advogado, Acólito na Paróquia do Divino Espírito Santo em Maceió/AL.
Esse post foi publicado em Arquidiocese de Maceió, Notícias e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s