Papa lembra atentados e pede que políticos resistam à tentação do ódio

O Papa Bento XVI fez um apelo neste domingo (11) aos políticos para que “resistam à tentação do ódio”, durante missa em Ancona, missa por ocasião do décimo aniversário dos atentados do 11 de Setembro e na prece do Angelus.

“Lembrando ao Senhor as vítimas dos atentados cometidos naquele dia e suas famílias, convido os dirigentes das Nações e os homens de boa vontade a rejeitar para sempre a violência como solução para os problemas e a resistir à tentação do ódio”, declarou o papa.

Bento XVI também pediu aos políticos que “trabalhem na sociedade inspirando-se nos princípios de solidariedade, de justiça e paz”.

O Papa Bento XVI acena para fiéis durante missa campal neste domingo (11) em Ancona (Foto: AP)

O papa celebrou missa ao ar livre, no canteiro naval de Fincantieri, para dezenas de milhares de pessoas reunidas em Ancona, porto italiano ao lado do Adriático.

No sábado, Bento XVI afirmou que os atentados do 11 de Setembro foram “ainda mais graves porque seus autores disseram agir em nome de Deus”, em carta enviada ao arcebispo de Nova York, pelo 10º aniversário da tragédia.

Segundo o texto, em inglês, dirigido a Monsenhor Timothy Michael Dolan, “neste dia, meus pensamentos se voltam para os acontecimentos sombrios do 11 de setembro de 2001, quando tantas vidas inocentes foram perdidas”.

“A tragédia do 11 de setembro foi muito mais grave porque seus autores usaram o nome de Deus”, lamentou Bento XVI, para quem “nenhuma circunstância pode justificar atos de terrorismo”.

“Cada vida humana é preciosa aos olhos de Deus e nenhum esforço deve ser poupado para promover, através do mundo, um respeito verdadeiro aos direitos e à dignidade de indivíduos e povos”, escreveu Bento XVI, que reza para que “um compromisso firme de justiça e de solidariedade ajude o mundo a se desembaraçar de sofrimentos que levam, com tanta frequência, à violência”.

Bento XVI também homenageou o povo americano por “sua coragem e generosidade” durante as operações de socorro, assim como por sua “capacidade de reencontrar esperança e confiança”.

Fonte: Globo.com

Segue abaixo o texto completo do Angelus deste domingo:

Angelus no Encerramento do XXV Congresso Eucarístico Nacional
Viagem Pastoral a Ancona (Itália)
Domingo, 11 de setembro de 2011
 
Queridos irmãos e irmãs.Antes de concluir esta solene Celebração Eucarística, a oração do Angelus nos convida a nos espelharmos em Maria Santíssima, para contemplar o abismo do amor do qual provém o Sacramento da Eucaristia. Graças ao “fiat” da Virgem, o Verbo se fez carne e veio habitar em meio a nós.Meditando o mistério da Incarnação, nos voltamos todos, como a mente e o coração, em direção ao Santuário da Santa Casa de Loreto, da qual estamos separados por poucos quilometros. A terra marchigiana é toda iluminada pela presença espiritual de Maria no seu histórico Santuário, que torna ainda mais belas e mais doces estas colinas.

A ela confio neste momento a cidade de Ancona, a diocese, Marche e toda a Itália, a fim que no povo italiano esteja sempre viva a fé no Mistério Eucarístico, que em cada cidade e em cada país, dos alpes à Sicilia, se torne presente Cristo Ressucitado, fonte de esperança e conforto para a vida cotidiana, especialmente nos momentos difíceis.

Hoje o nosso pensamento se volta também para o 11 de setembro de dez anos atrás. Ao recordar ao Senhor da Vida as vítimas dos atentados executados naquele dia e as suas famílias, convido os responsáveis das Nações e os homens de boa vontade a rejeitar a violência, como solução dos problemas, a resistir à tentação do ódio e a operar na sociedade, inspirando-se nos princípios da solidariedade, da justiça e da paz.

Pela intercessão de Maria Santíssima, peço, enfim ao Senhor de recompensar todos aqueles que trabalharam na preparação e na organização deste Congresso Eucarístico Nacional, e a estes dirijo de coração o meu mais vivo agradecimento.

 

 

(Tradução: Mirticeli Medeiros)
Boletim da Sala de Imprensa da Santa Sé

Anúncios

Sobre Alex C. Vasconcelos

Casado, 32 anos, pai de uma princesa, Advogado, Acólito na Paróquia do Divino Espírito Santo em Maceió/AL.
Esse post foi publicado em Formação, Notícias, Papa Bento XVI. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s