O mais belo sermão…

"Estou aqui, feliz da vida!"

Certo dia, quando eu ainda pároco na Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no Vergel, fui chamado para atender a uma pessoa, que precisava do meu ministério sacerdotal. Como de costume, preparei minha maletinha, onde guardava tudo que era necessário para esses atendimentos espirituais e parti.

Durante o trajeto, a pessoa que ia me ensinando o caminho, foi falando da pessoa que eu devia encontrar e repetia: Não vá se espantar! Comecei, então, a preparar meu espírito para esse encontro e pedi ao Espírito Santo que me desse coragem e me iluminasse com as palavras adequadas que deveria dizer, porque realmente meu acompanhante estava me deixando aterrorizado, uma vez que ele continuava dizendo: Não vá se espantar!

Ao chegar à casa indicada, fui recebido e convidado a entrar no quarto onde se encontrava a pessoa que me mandara chamar, sem antes ouvir a recomendação: Não vá se espantar!

Ao entrar no quarto, vi uma jovem, de cerca de 25 anos, deitada na cama, bem coberta até o queixo. A moça tinha uma cabeça um tanto grande, não tinha pescoço, não podia fazer nenhum movimento, seu olhar estava fixo no telhado e mantinha os braços abertos em forma de cruz e nessa posição ela já vinha desde o nascimento. Olhei para ela e lhe perguntei: Como vai?

Nesse instante ouvi o mais belo sermão da minha vida, pois ela esboçou um lindo sorriso e me disse: Estou aqui, feliz da vida! Admirado, fitei-a com atenção e vi naquela jovem o próprio Jesus crucificado, sofrendo e morrendo, de braços abertos, por nós, que não sabemos aguentar as cruzes de cada dia.

Então, um nó grande se fez na minha garganta, lágrimas rolaram-me pela face e não disse mais nada. No meu lugar, ele fizera o sermão e o sermão da vida, do exemplo; qualquer palavra minha seria inútil, pois aquela jovem, deitada na cama, de braços abertos em forma de cruz, com um sorriso celestial, não precisava ouvir nada de mim.

 

Mons. Pedro Teixeira – Pároco da Paróquia Divino Espírito Santo – Jatiúca – Maceió/AL

 

Fonte: Blog da Paróquia Divino Espírito Santo

Sobre Alex C. Vasconcelos

Casado, 32 anos, pai de uma princesa, Advogado, Acólito na Paróquia do Divino Espírito Santo em Maceió/AL.
Esse post foi publicado em Formação, Palavra do Pároco. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s